Santo André registra melhor desempenho na geração de emprego do ABC

De acordo com dados do Caged, município teve saldo positivo de 912 novos postos de trabalho em julho

 

Santo André, 18 de agosto de 2017 – Entre as sete cidades do ABC, Santo André foi a que teve melhor saldo de criação de empregos em julho. Segundo dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho, o município fechou o balanço mensal com 912 novos postos de trabalho, 835 a mais em comparação com o mês anterior.

 

Ao todo, foram 5.791 admissões contra 4.879 demissões em julho. Os setores que mais se destacaram em abertura de vagas foram Serviços, com 442 contratações no último mês e Indústria da Transformação, com 198. O destaque nos serviços foi “Serviços Médicos, Odontológicos e Veterinários”, com 276 vagas preenchidas. Na indústria, o destaque pelo segundo mês consecutivo foi a “Indústria da Borracha”, que contratou 135 novos trabalhadores.

 

Segundo o balanço, a segunda cidade que mais gerou emprego foi São Bernardo, com 621 novos postos de trabalho, seguido por São Caetano, com 508 novas vagas. Em julho, o ABC gerou 2.539 novos empregos. Com essa recuperação no volume de contratações, o saldo de empregos no ano de 2017, que estava negativo em 4.185 vagas, passou para 1.646. O saldo continua negativo, porém, se a criação de empregos se mantiver neste ritmo nos próximos meses, a região poderá zerar o saldo ainda em 2017.

 

O secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Ailton Lima, afirma que gerar mais vagas de emprego é uma das prioridades da atual administração. “Santo André começa a comemorar resultados positivos de ações estratégicas voltadas ao desenvolvimento econômico e o Caged aponta isto. Ficamos felizes pelo resultado para a cidade e continuamos nosso trabalho para que o município siga caminhando rumo ao crescimento edesenvolvimento”, disse o secretário.

 

O Caged foi criado como registro permanente de admissões e dispensa de empregados, sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O cadastro serve como base para a elaboração de estudos, pesquisas, projetos e programas ligados ao mercado de trabalho, ao mesmo tempo em que subsidia a tomada de decisões para ações governamentais. A divulgação dos balanços é feita mensalmente.

 

Fotos: Júlio Bastos/PSA

Texto: Renan Muniz

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *