Samba na Paineira se fortalece como um dos principais quintais do samba na região

Último evento reuniu quase mil participantes admiradores do gênero musical em Mauá

“Não deixe o samba morrer, não deixe o samba acabar”, já dizia os compositores Edson Conceição e Aloísio Silva. É por isso que o projeto Samba na Paineira, um dos principais quintais do samba na região, continua fomentando a cultura de grupos de samba de roda e de raiz em Mauá.

Cartola, Pixinguinha, Noel Rosa, Adoniran Barbosa e tantos outros sambistas têm lugar garantido na homenagem musical. De tão convidativo, cerca de mil pessoas passaram pelo local no último evento, que ocorreu no dia 29/4, muitas das quais eram crianças acompanhadas dos pais. Para acolher tanta gente, organizamos barracas de alimentação e artesanato, caixas de som, banheiro, playground infantil e outras facilidades.

Para discutir uma maneira de melhor aproveitar o evento, o prefeito Atila Jacomussi reuniu os grupos de samba do município, pensando na possibilidade de ampliar a participação do povo.

“O Samba na Paineira concilia boa música, com alimentação e diversão para toda a família. É entretenimento de qualidade e gratuito. Mauá é uma cidade que pertence ao povo e nós estamos revitalizando ações e espaços públicos para que a cidade, seja de fato, das pessoas”, disse o prefeito.

O próximo Samba na Paineira acontece em junho, com data a ser definida. Ainda assim, todos estão convidados, afinal, como dizia Dorival Caymmi: “Quem não gosta de samba, bom sujeito não é. É ruim da cabeça ou doente do pé”.

Fotos: Divulgação


Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *