Mauá registra queda da criminalidade e de reclamações com bailes funks e pancadões

16347883773_e16b1613d1_oAnúncio foi feito durante a reunião mensal do Gabinete de Gestão Integrada Municipal de Segurança Pública

A reunião do Gabinete de Gestão Integrada Municipal realizada nesta terça-feira (14), no CEU das Artes, no Parque das Américas, reuniu representantes da Prefeitura, Guarda Civil Municipal (GCM), polícias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros, Conselho de Segurança Pública (Conseg), Centro de Detenção Provisória (CDP), Câmara Municipal, Diretoria Regional de Ensino, Paróquia São Felipe, entre outros.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Carlos Wilson Tomaz, Mauá tem conseguido a redução de indicadores criminais por quatro anos consecutivos. Os indicadores caíram de 64 homicídios, em 2012, para 53 (2013), 46 (2014) e 18 (até o dia 15 de junho de 2015). Para Tomaz, “se o segundo semestre repetir os dados do primeiro semestre, o município terá alcançado outra importante vitória, embora a nossa meta seja reduzir ainda mais as mortes violentas.”

No evento, o secretário falou das conquistas que o setor tem obtido na cidade. “Fomos contemplados com uma emenda parlamentar, cujo recurso já foi aprovado, e já estamos licitando a compra de equipamentos”, afirmou o secretário. Os equipamentos são computadores para a secretaria e para o telecentro da GCM, impressoras, equipamentos de áudio e vídeo, etilômetros (bafômetros), decibelímetros (medidores de volume de som) e dispositivos de choques elétricos, conhecidos como ‘sparks’, e seus cartuchos.

Tomaz explicou também que a “Prefeitura de Mauá tem promovido ações para inibir as condutas criminais relacionadas aos pancadões e bailes funk em diversas localidades do município, com a chegada antecipada das viaturas nos locais em que seriam realizados estes eventos e com a fiscalização de estabelecimentos para verificar se funcionam de acordo com a lei.”

A Guarda registrou a queda de 50% nas solicitações de munícipes quanto a perturbação de sossego em decorrência destes eventos, a partir de ações preventivas e integradas. Estas ações envolvem a Guarda Civil Municipal (GCM) em conjunto com as Polícias Militar e Civil e vários setores da Prefeitura. Como exemplo, foram realizadas operações na avenida Portugal.

O Disque 153 da GCM recebe em média 50 denúncias por final de semana. Para que o atendimento seja mais eficiente, estas denúncias devem ser realizadas quando for percebida a movimentação inicial que antecede a atividade. “Em locais que registravam a maior quantidade de demandas em virtude de pancadões e bailes funk, como Macuco, avenida Portugal e jardins Feital e Zaíra V, a redução de reclamações foi a quase zero”, disse o comandante da GCM, João Carlos Conígero.

Tomaz pretende, até o final do ano, mandar para a aprovação da Câmara de Vereadores o projeto do plano municipal de Segurança Pública, que prevê a criação de Conselho Municipal e do Fundo Municipal, o que permitiria a captação de recursos nacionais e internacionais para investimento no combate à violência. Para viabilizar o processo de elaboração do plano, foi formada uma comissão que envolve representação das polícias Civil e Militar, GCM, CDP, Conseg e Prefeitura.

Posto Comunitário 24h – O Posto Comunitário da Guarda Civil (GCM) de Mauá do Jardim Itapark, que fica ao lado do Ginásio Poliesportivo João Ribeiro Gatto, começará a funcionar no dia 18 (sábado), 24h, de segunda a domingo. O objetivo é promover a integração da GCM e da Prefeitura com a população local. Duas motos e duas viaturas estarão empenhadas em patrulhamento comunitário, também circulando pelo bairro e imediações em ações preventivas que buscam a redução de furtos, roubos e crimes contra a vida e o patrimônio.

O posto estará à disposição da Polícia Militar para que suas equipes também utilizem o espaço, inclusive, na realização de operações integradas com a GCM.

Fotos: Evandro Oliveira

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *