Festas juninas: como manter a alimentação saudável nas comemorações de São João

comidas-tipicas-juninasPopulares no mês de junho, as festas juninas também são conhecidas pela gastronomia típica. Especialista alerta sobre os riscos de contaminação

São Paulo, junho de 2015 – Com a chegada de junho, muita gente tira o chapéu de palha e a camisa xadrez do guarda-roupa para as festas juninas. Conhecidas pelos trajes e danças típicas, essas comemorações também reúnem uma série de tentações gastronômicas, como milho verde, pamonha, canjica, pé de moleque e quentão. Em meio a tantas delícias, como escolher os melhores alimentos e evitar abusos?

De acordo com a Dra. Myrna Campagnoli, especialista em endocrinologia que integra o corpo clínico do Lavoisier Medicina Diagnóstica, são comuns casos de infecções intestinais e intoxicações provocadas por bactérias que proliferam nos alimentos estragados nesta época do ano.

Para evitar possíveis contaminações, é importante observar as condições de higiene e limpeza do local, conservação dos alimentos, temperatura ambiente, vestimenta dos vendedores e o prazo de validade dos quitutes. “Todo cuidado é pouco com as comidas juninas porque os ingredientes, em geral, são perecíveis. A pamonha e a canjica, por exemplo, devem ser consumidas no mesmo dia do preparo”, explica a médica.

O ideal é que os produtos tenham uma etiqueta com a data de fabricação, o que nem sempre acontece neste tipo de evento. A especialista também recomenda que o consumidor fique atento aos produtos como churrasquinhos industrializados, queijo coalho e cachorro-quente. “Veja bem se o local no qual estes produtos são feitos é limpo. E não consuma maionese e ketchup em bisnagas, apenas em sachês individuais”, reforça.

A médica ainda traz algumas dicas para quem quer evitar o aumento na balança no período. Confira:

  • Cuidado com a quantidade ingerida: os alimentos de festa junina geralmente são muito calóricos. Por isso, não vá à festa com muita fome. Faça um lanche antes de sair de casa;
  • Não abuse do quentão e do vinho quente: o álcool também apresenta muitas calorias e deve ser consumido com bastante moderação, especialmente nas receitas que contém açúcar;
  • Compense as calorias extras: se na festa houver algum exagero, não deixe de retomar o controle alimentar nas refeições seguintes.

 

Sobre o Lavoisier 

O Lavoisier nasceu há 60 anos em São Paulo e atualmente tem mais de 70 unidades de atendimento na Grande São Paulo. Considerado referência em medicina diagnóstica, processa exames clínicos e de imagem com qualidade, confiança, credibilidade, conveniência e tecnologia de ponta. A marca oferece ainda medicina diagnóstica com qualidade a preços acessíveis para quem não tem plano de saúde.

O Lavoisier, Laboratório da Família, é certificado OHSAS 18001, ISO 14001 e ISO 16001, College of American Pathologists (CAP) e National Glycohemoglobin Standardization Program (NGSP), além de acreditado pelo Programa de Acreditação de Laboratórios Clínicos (NGSP). 

Para mais informações acesse: www.lavoisier.com.br

 

Informações para a imprensa:

RMA Comunicação – dasa@rmacomunicacao.com.br

Aline Ramos – 11 2244-5970 / 9-8536-8149

Renata Viana  –  11 2244-5953 / 9-8536-8259

Carolina Barbizan –  11 2244-5942

Ana Paula Sartori – 11 2244-5963 / 9-8536-8215

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *